Pesquisar este blog

sábado, 28 de outubro de 2006


Carão e desculpas

E um dos intervalos do debate, o mediador Willian Bonner deu um monumental esporro nos convidados que desrespeitavam a regra de desligar seus celulares.
Celular ligado em estúdio interfere ou pode interferir nos microfones.
- Chamarei a segurança para recolher o celular de quem continuar usando. Não respeitarei patente - engrossou Bonner.
Foi vaiado pela bancada de convidados de Lula.
Em seguida uma agente de segurança abordou o governador eleito de Sergipe, Marcelo Déda (PT), discutiu com ele e tomou-lhe o celular. Só o devolveu mais tarde.
Bonner aproveitou outro intervalo do debate para pedir desculpas pelo esporro que deu. Dessa vez foi aplaudido.

Noblat