Pesquisar este blog

domingo, 12 de novembro de 2006

FOI ENGANO?

Da FSP


Um telefone celular da Subprefeitura da Sé teve o seu sigilo quebrado no inquérito da Polícia Federal que investiga a negociação para a compra do dossiê contra candidatos do PSDB. O órgão municipal é comandado pelo coordenador das subprefeituras de São Paulo, Andrea Matarazzo, homem de confiança do governador eleito José Serra (PSDB).Integrantes da Polícia Federal que investigam o caso dizem que ocorreu um erro de digitação. No lugar de solicitar à Justiça autorização para a obtenção de informações do celular de Simone Godoy, mulher do ex-assessor da Presidência Freud Godoy, a Polícia Federal pediu a quebra do sigilo do aparelho da subprefeitura.O nome de Freud surgiu logo no começo das investigações sobre o caso como sendo suspeito de ter ordenado a compra do dossiê.
Virou moda?

Nenhum comentário: