Pesquisar este blog

sexta-feira, 27 de julho de 2007

Crise insolúvel(a incompetência prevalece)

Enquanto a crise aérea se agrava, com 70% dos vôos de Congonhas cancelados ontem, o ministro Nelson Jobim toma posse. Ele não tem familiaridade com o setor e parece ter sido escolhido por razões políticas, quiçá por uma espécie de agradecimento a favores prestados quando ministro do STF. Quando Heraldo Pereira, da TV Globo, lhe perguntou por que só agora, na terceira oferta, decidiu aceitar o convite, ele respondeu: "Eu acabei de explicar. Porque minha mulher achou que eu deveria aceitar". Dá para se sentir seguro?

Antes disso, quem discursou foi o presidente Lula. Em vez de tranquilizar os cidadãos e esboçar um modelo para resolver os problemas a curto, médio e longo prazos, ele preferiu contar que morre de medo de voar e que reza para que não aconteçam novos acidentes aéreos... Também mencionou a necessidade de rever o Ministério da Defesa, sem explicar por que não o fez antes. E nada falou sobre declarações recentes de pessoas como Denise Abreu ("O acidente não foi no ar, ok?"), que em qualquer país sério já estaria demitida.

Tão ruim quanto a crise é ouvir esse tipo de declaração que trai um governo perdido (doido para se isentar de culpa, como o gesto de Marco Aurélio Garcia comprovou), sujeito ao duopólio Gol-TAM e incapaz de agir a não ser pela pressão da sociedade depois da tragédia - como ao sacar um projeto para Congonhas e para um terceiro aeroporto em São Paulo sem estabelecer fases e dar garantias à população. É curioso: quanto mais o governo se mexe, maior é a sensação que temos de sua inércia.

2 comentários:

Anônimo disse...

O Presidente Lula nunca disse que morre de medo de avião.
Disse que quando a porta do avião fecha ele entrega para Deus.
Lula sabe que a maioria dos brasileiros entrega para Deus até quando pega um onibus urbano! Sabe que a maioria dos brasileiros nunca voou e não vai voar logo possivelmente vão se identificar com o Presidente,
Depois quando fazem as pesquisas de popularidade os sabios de plantão não conseguem traduzir o sucesso de Lula.
Simples, Ele é Povo, sabe ser Povo sendo assim reconhecido.Eu e 50.000.000 de Brasileiros vamos votar em quem Lula indicar nas proximas eleições, depois de 4 anos vamos colocar Lula de novo Lá!
Isto chama-se DEMOCRACIA
Custou mas o povo aprendeu a lutar com as armas da elite.
sorry...

Gaertner disse...

Que idiota, merece o apedeuta...