Pesquisar este blog

sábado, 15 de setembro de 2007

Presidente que não fala do próprio país.

Num acesso de fúria,coisa estranha para um ser que foi eleito para presidir uma Nação,o Apedeuta trata do Brasil ,no exterior,como se fosse um pesadelo,que ele se recusa até a responder e mostra seu despreparo na frente do anfitrião.
Luiz Inácio Lula da Silva recusou-se ontem a responder se o governo havia orientado a bancada do PT a inocentar RENAN. Ao lado do primeiro-ministro da Noruega, Jens Stoltenberg, Lula não escondeu a irritação com a pergunta, feita pela reportagem do Estado em nome de todos os jornalistas que acompanham a viagem, durante a conferência de imprensa.


“Eu só lamento que na minha despedida eu tenha que falar do Brasil. Seria tão mais fácil um jornalista do Estadão lá no Brasil ligar para o presidente do PT e receber todas as informações...”-Estrilou o Apedeuta.

Ao final da entrevista, quando já deixava a sede do governo, os jornalistas brasileiros ainda tentaram insistir na pergunta sobre Renan. “É importante, presidente!”, gritaram. “Chega, chega, chega, chega” e fugiu dos repórteres.

Um comentário:

alexandre, the great disse...

É pq estava com a "mão tremendo". Logo depois disso ele tomou "umazinha" e recobrou o humor.