Pesquisar este blog

quinta-feira, 17 de abril de 2008

A candidata predileta

A que ponto chegamos!
Uma pessoa capaz de matar e assaltar é a candidata preferida do Presidente Lula


-Lutar contra uma ditadura de direita, para tentar impor uma ditadura de esquerda ao Brasil, é mérito?

-Ser bandido em nome de uma ideologia falida no mundo todo, é motivo de orgulho ou exemplo de mau caráter?

Dilma Vana Roussef, a atual ministra-chefe da Casa Civil da presidência da República, foi ex-militante da POLOP (Política Operária), da COLINA (Comando de Libertação Nacional) e, por fim, do grupo terrorista VAR-Palmares (Vanguarda Armada Revolucionária-Palmares), todos de cunho comunista. Foi participante ativa da chamada 'Ação Grande' ou 'Roubo do Cofre do Adhemar', contendo US$ 2,5 milhões, da qual participaram 13 terroristas.

A VAR-Palmares pretendia derrubar o governo militar vigente e construir no Brasil uma ditadura totalitária de esquerda nos moldes cubano ou albanês.

Dilma Vana Roussef, nos idos de 1967, com 20 anos de idade, ingressou na POLOP (Política Operária). Cursava a Escola Federal de Economia, em Belo Horizonte e foi recrutada pelo seu noivo e depois marido, Cláudio Galeno de Magalhães Linhares.

Com as primeiras prisões da POLOP, fugiu para o Rio e ingressou no COLINA (Comando de Libertação Nacional), outra organização marxista-leninista onde, segundo o jornalista Luiz Maklouf Carvalho, ensinou marxismo para uma célula, escreveu artigos apara o jornal Piquete, ajudou na infra-estrutura de algumas ações armadas (três assaltos a banco) e subiu para a direção do COLINA.

Segundo ela própria, 'não teria' participado das ações armadas. Porém, segundo relatos de ex-terroristas,ela participou de várias,indicava inclusive o tipo de armamento a ser utilizado e planejava tudo em detalhes,além de dormir com vários 'companheiros' em uma mesma noite.

Dilma esteve na reunião de Mongaguá (SP), quando o COLINA e a VPR criaram a VAR-Palmares, objetivamente terrorista, e estava na reunião de Teresópolis, no I Congresso da VAR-P em setembro de 1969, quando houve o "racha dos sete", com o terrorista Carlos Lamarca à frente. Ela passou a atuar, então, na VAR-Palmares.

A 'Ação Grande' ou 'Roubo do Cofre do Adhemar', foi realizada em setembro de 1969, portanto após o I Congresso da VAR-P e que nela tomaram parte 13 terroristas, entre os quais Dilma relatou que ?não estava?, bem como, o seu companheiro na ocasião, Cláudio Galeno de Magalhães Linhares (Aurélio, Lobato), nem seu defensor e futuro companheiro na ida para Porto Alegre, em 1969, Carlos Franklin Paixão de Araújo.

Muito conveniente, não?

Dilma retornou em janeiro de 1970 para São Paulo, onde foi presa e ficou até 1973 no Presídio Tiradentes, após ser condenada em três processos.

É um tanto estranha essa sua curta permanência na prisão em função da gravidade de seus delitos de terrorismo, comparados aos longos períodos de detenção de outros terroristas brasileiros. Isso talvez esteja relacionado aos US$ 2,5 milhões obtidos no roubo do cofre do ex-governador Adhemar de Barros, que simplesmente evaporaram, e muitos esquerdistas deveriam favores à Dilma por esse dinheiro,daí a sua influência.

Libertada, mudou-se para o Rio Grande do Sul em 1974, onde concluiu tranqüilamente seu bacharelado em economia pela UFRGS (Universidade Federal do Rio Grande do Sul) em 1977. Além de não ter seqüelas, goza de fama nos meios da esquerda como ex-terrorista ?torturada?. Com um ?curriculum? desses, Dilma é hoje a menina dos olhos de Lula e do PT para concorrer à presidência da República.

Será que nosso povo brasileiro sabe desses fatos?

Se perguntar ao Apedeuta vais ouvir o clássico"-Eu não sabia!"

3 comentários:

ZEPOVO disse...

Olá, passando por aqui de vez em quando para ver o grau do veneno destilado.99º?
Os dados citados de Dilma estão um pouco distorcidos, mas é preciso saber que os anos de chumbo não bonitos.

Anônimo disse...

tenho uma dica para vc!!
Lançaram um site que chama desembucha.com.br

LA vc pode enviar videos e colocar imagens sobre protestos e revoltas que temos de tudo principalmente contra esse governo "honesto"

bjsss e parabens pelo blg!!!

pazkoal disse...

Kozel, a classe média sim. Porém os eleitores do apedeuta, os bolsistas qualquer coisa, sequer sabem ler e, se voce tenta contar essa história recente elles ficam te olhando com aquela cara de quem acha que está sendo enrolado.
Quanto ao apedeuta, à epoca elle deve ter recebido uma parcela dos $2,5 milhões de dolares.