Pesquisar este blog

terça-feira, 14 de novembro de 2006

Solidariedade e desagravo ao colega Carlos Alberto Brilhante Ustra

Militares das três forças promovem hoje, ao meio dia, na Galeteria Gaúcha (CA 7, bloco A, loja 94, Lago Norte, em Brasília), um almoço de confraternização, homenagem e solidariedade ao coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra.

Pela Internet, circula uma contundente crítica do Coronel de Artilharia R1 Roberto H. F. Fonseca, reclamando da postura em Comandante do Exército, General Francisco de Albuquerque, em não se pronunciar sobre o caso Ustra, que sofre um processo civil do grupo Tortura Nunca Mais.

“É importante acrescentar que, mesmo tendo as acusações referido-se a período em que o coronel exercia função em órgão militar e, portanto, agindo sob ordens estritas de seus superiores, o Exército, na pessoa de seu atual Comandante, negou qualquer apoio, eximindo-se de intervir no assunto, o que absolutamente não condiz com as tradições de responsabilidade, coragem e dignidade que sempre foram galardão e orgulho maior dos verdadeiros militares”.

No texto, o coronel Fonseca adverte: “Estamos calados e, como sempre, disciplinados. Mas, não estamos dormindo”

Um comentário:

Claudia disse...

Parece que estão todos no bolso do governo, caladinhos.

Já estava na hora destes generais, brigadeiros e almirantes se manifestarem!