Pesquisar este blog

terça-feira, 18 de julho de 2006

Lula é mico no sul do país

A região sul transformou-se na grande alavanca eleitoral do candidato do PSDB à Presidência, Geraldo Alckmin. No segundo turno de 2002, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebeu 55% dos votos no Rio Grande do Sul, 60% no Paraná e 64% em Santa Catarina. Em 2006, o sul transformou-se no principal pesadelo da campanha de Lula pela reeleição.

Conforme o Datafolha, o candidato do PSDB vence Lula na região por 37% a 30%. Para o Instituto Sensus, a situação é de empate técnico: 34% a 32% para Lula. As pesquisas para o segundo turno mostram vantagem de Alckmin, de 52% a 34%, no Datafolha. Para o Sensus, 41% a 40%. Essa mudança do eleitorado ajuda a explicar o desempenho do candidato do PSDB em escala nacional, onde ganha mais eleitores a cada nova rodada das pesquisas, mas não chega a ser uma surpresa completa.

O sul já foi uma fortaleza do PT, que administrou várias cidades importantes na região, mas aos poucos essa força tem diminuído. Em 2002 o partido perdeu o governo do Rio Grande do Sul, que Olívio Dutra havia conquistado em 1998. Em 2004, após quatro mandatos consecutivos, o PT perdeu a prefeitura de Porto Alegre. Alguns fatores explicam esse comportamento. A economia do sul gira em torno do agronegócio, que vive uma crise na qual os desastres naturais - como a pior seca da história do Rio Grande do Sul, em 2005 - se somam aos erros oficiais.

Há outros elementos. A população da região é formada por cidadãos de classe média, que estão fora dos programas sociais, a principal marca do governo Lula. Segundo o Sensus, 28,8% da população do nordeste, onde o presidente lidera as pesquisas com folga, se diz diretamente beneficiada pela ajuda oficial - massa que atinge apenas 7,4% do eleitorado do sul

Blogged with Flock

3 comentários:

Anônimo disse...

Sem ser o ideal, mas não deixa de ser uma boa notícia a queda do molusco corrupto.
Cereal Killer

recasampa disse...

vamos continuar batalhando, falando com as pessoas, desde as mais simples até as mais intelectualizadas, não podemos deixar de lutar, só assim o Brasil sairá vitorioso. Em frente com Alckimin Presidente!!!!

Keikas disse...

é como vc diz no guanta, não temos opções só resta o alkimim , e te digo que não é de minha preferência, mas voto nele porque por hora é o único com mais força pra derrotar o cabra safado....